Fator uterino

Com incidência menor, mas não menos importante, o fator uterino é caracterizado por toda situação que leva ao mau funcionamento do útero, prejudicando desta forma a passagem dos espermatozóides pelo seu interior ou a implantação do embrião no endométrio. As principais causas de fator uterino são: malformações, infecções, tumores e sinéquias (aderências no interior do útero causadas por traumatismos anteriores, como curetagens). Vale ressaltar, devido à alta incidência, os tumores como miomas e pólipos.

Os miomas são tumores benignos formados na musculatura do útero que podem levar a infertilidade ou a complicações durante a gravidez.

Os pólipos, assim como os miomas, são na maioria dos casos tumores benignos.

Caracterizam-se como estruturas que se localizam no interior do útero (endométrio) e causam alteração do relevo interno (espessamento) da cavidade uterina, levando a um sangramento menstrual excessivo, falhas de implantação e abortamentos.